E troco a minha vida…

21 12 2007

Às vezes é no meio do silêncio
Que descubro o amor em teu olhar
É uma pedra
Ou um grito
Que nasce em qualquer lugar

Às vezes é no meio de tanta gente
Que descubro afinal aquilo que sou
Sou um grito
Ou sou uma pedra
De um lugar onde não estou

Às vezes sou
O tempo que tarda em passar
E aquilo em que ninguém quer acreditar
Às vezes sou também
Um sim alegre
Ou um triste não
E troco a minha vida por um dia de ilusão
E troco a minha vida por um dia de ilusão

Às vezes é no meio do silêncio
Que descubro as palavras por dizer
É uma pedra
Ou um grito
De um amor por acontecer

Às vezes é no meio de tanta gente
Que descubro afinal p’ra onde vou
E esta pedra
E este grito
São a história d’aquilo que sou

Maria Guinot, Silêncio e tanta gente

Anúncios

Acções

Informação

3 responses

22 12 2007
Anonymous

Eu estou sempre a cantar isto !!!! LOOOOOOOOOOOOOOOL Bom Natal

p.s – no primeiro verso da terceira estrofe está um “também” a mais.

Bjs Rui

23 12 2007
Rita Paias

Pois estás, é uma lembrança à conversa que tivemos sobre esta canção.

Jinhux

P.S: Feliz Natal e Jingle Bells :p

15 05 2008
Anonymous

…troquei, vá lá que foi por dois meses de ilusão e não por um dia … ena ena

…e sabes o que é mais giro?
– hoje coloquei no google parte desta letra e vim aqui parar –
O dia em que troquei a minha vida por dois meses de ilusão foi o dia 21 de Dezembro! só não digo uma asneira porque é a primeira vez que aqui venho…

Desculpa o desabafo, é que ainda estou a voltar à Terra…

Helena

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: