Xutos – 30 anos

22 01 2009

Com uma semana de atraso aqui ficam os meus parabéns a uma das bandas que acompanho há mais tempo.

A forma que encontrei para deixar aqui uma homenagem foi este tributo feito pela Desertuna – Tuna Académica da Universidade de Beira Interior.

Espero que gostem!





Ridículo

21 01 2009

Uma das notícias de hoje do DN refere que os professores vão pedir ao Presidente da República que dissolva o Parlamento devido à atitude do Governo relativamente ao sistema de avaliação defendido por este último.

Sem querer ofender ninguém, esta foi a sugestão mais ridícula que os professores (mais concretamente o MUP – Movimento de mobilização e unidade dos professores) fizeram no decorrer das suas manifestações contra o sistema de avaliação. Que queiram ouvir o que Cavaco Silva tem para dizer, não concordo mas compreendo, uma vez que o Senhor Presidente tem achado por bem comentar tudo e nada, acto que, em minha opinião pertence a comentadores e não a um órgão do Estado, mas avancemos. Agora pedir a dissolução do Parlamento é completamente impensável e apenas mostra que a irracionalidade tomou conta da luta.

Suponhamos que, num acto de insanidade política, Cavaco Silva atenderia ao pedido dos professores. O que aconteceria?

Naturalmente a demissão do Governo e a convocação de eleições antecipadas em ano de eleições. Já para não falar que à tão falada crise económica se juntaria uma crise política inerente a qualquer decisão deste tipo. Mas continuemos o raciocínio, para quê convocar eleições antecipadas em ano de eleições? Será que os senhores professores pensaram nisso? Qual é o sentido de antecipar o que acontecerá daqui a uns meses? Causar ainda mais instabilidade? E quantas pessoas alterariam o seu sentido de voto devido à atitude do Governo? Provavelmente as mesmas que alterarão nas eleições legislativas.

Se querem fazer campanha contra o Governo que a façam no tempo devido.

Sinceramente, acho que esta luta se está a tornar num acto de orgulho ferido e cada vez menos tem em conta o verdadeiro interesse dos professores. Acho que é tempo dos professores, para além de pensar em si próprios começarem, também, a pensar nos seus alunos que, no fundo são os mais prejudicados com esta luta em virtude da constante marcação de greves e manifestações em tempo de aulas. Não digo que parem a luta. Se acham que devem continuar pelo menos que o façam com racionalidade, e pensando nas consequências que as suas acções terão quer no seu futuro quer no futuro dos seus alunos.

Para lerem a notícia cliquem aqui.





Última leitura

20 01 2009

“É preciso, em todos os romances, apresentar um herói, e aqui se encontram, expressamente reunidos, todos os caracteres dum anti-herói, e, sobretudo, a minha narrativa deve produzir uma impressão desagradável, porque todos, mais ou menos, perdemos o hábito da vida; todos, uns mais, outros menos, coxeamos. Perdemos o hábito da vida a tal ponto que, às vezes, sentimos uma espécie de repugnância pela vida verdadeira, e por isso não nos agrada que no-la recordem. Chegamos a considerar a vida viva como uma tarefa, quase como um emprego e, no nosso íntimo, somos todos de opinião que é melhor viver pela imaginação.”

Fiódor Dostoiévski – “A voz subterrânea”

Mais uma obra do “mestre” que aconselho a quem goste do autor e a quem ainda não conheça. Por mim, a cada livro que leio, mais me fascinam as suas histórias, a sua escrita e a sua forma tão peculiar de transpôr para os seus livros o ser humano em todas as suas facetas.

Sem dúvida um autor a continuar a descobrir!





3 ANOS

18 01 2009

Pois, é parece que foi ontem que decidi entar para a blogosfera e experimentar este novo mundo.

Por este “cantinho” que tem acompanhado a minha vida já passaram vários sentimentos, experiências e fases da minha vida. Passaram altos e baixos, euforias e momentos em que quase tudo parece desabar, enfim…digamos que a pouco e pouco se tornou uma parte de mim.

Espero que pelo menos durantes mais três anos consiga dedicar o tempo e ter a disponibilidade necessária para continuar a deixar aqui um pouco de mim.

E como este blogue não se fazia sem leitores e sem as pessoas que por aqui vão passando, aqui fica um muito obrigada a todas elas e o desejo que continuem a visitar este meu espaço repleto de pensamentos e desvarios que me acompanham dia a dia, hora a hora, minuto a minuto.

Beijinhos para todos e uma vez mais obrigada 🙂





Notícia do dia

13 01 2009

Cristiano Ronaldo eleito o Melhor jogador do mundo.
Até aqui tudo bem, se merece merece.
Mas será realmente necessário que a RTP, organize um debate (no programa prós e contras) para analisar o “sucesso de Ronaldo”?

Quantas e quantas pessoas não vieram do nada e vingaram na vida por si? Também será necessário um programa especial dedicado a cada uma delas?

Qual a relevância de um programa dedicado a uma pessoa cujas primeiras palavras após ter ganho o prémio foram “quero só dizer à minha mãe que já pode atear os fogos” e que durante a sua intervenção no programa não conseguiu dizer uma coisa com o mínimo sentido?
Não seria preferível dedicar um programa de debate a problemas um pouco mais importantes que colocam em risco a estabilidade internacional do que a um puto cujo talento é o desporto?
Sinceramente acho que vou abdicar de ver notícias na televisão nos próximos dias e dedicar-me à leitura de jornais, uma vez que (alguns deles) têm notícias um pouco mais relevantes.

Não digo que não se deva noticiar a atribuição do prémio a Cristiano Ronaldo no entanto, já diz o ditado: “O que é demais também não presta”.





Workshop de abrir latas

10 01 2009

Brevemente num palácio perto de si :p